STOP!

Realmente, acredito que maior parte do Mundo vá arder no Inferno, não por não serem Muçulmanos, mas sim porque este Mundo está carregado...



Realmente, acredito que maior parte do Mundo vá arder no Inferno, não por não serem Muçulmanos, mas sim porque este Mundo está carregado de gente hipócrita de baixo nível, onde dão mais importância ao dinheiro e à ganancia. Todos os dias acontecem calamidades indescritíveis! Acontecem coisas que nós nem sonharíamos nos nossos sonhos mais obscuros. Todos os dias, em todo o mundo, existe alguém a lutar pela sua vida, a tentar sobreviver a condições inimagináveis para muitos de nós. Nós vemos pessoas a tentar fugir de sua "casa" por causa de guerras, nós vemos crianças a passarem fome e a morrerem por falta de cuidados médicos, todos os anos cerca de 500 mil crianças e mulheres são "raptadas" das suas casas e das suas famílias a fins de serem usadas como escravas sexuais. Todas estas histórias e muito mais não equivalem a 0,01% daquilo que a humanidade enfrenta diariamente. E, não são só os humanos que sofrem, os animais também. Mortos para nos entreter, torturados para fins medicinais (apesar de já ter sido provado que existem outros métodos igualmente fiáveis) e para serem usados como acessórios ou complementos de moda. Nós estamos a levar o nosso mundo, a nossa história, as nossas vidas a um ritmo de autodestruição assombrosa, sem que nos apercebamos disso; porque para muitos tratam-se apenas de apelos no Facebook, de golpes dos meios de comunicação social para nos distrair de noticias de corrupção governamental e de outras histórias que o governo possa querer esconder de nós, o povo. As pessoas não se apercebem do que se está a passar e elas não reagem a isto, pior é quando ainda pensam que ao colocarem "like" em fotos de crianças a passar fome em África ou de animais a serem mortos em Touradas, que estão a ajuda-los mesmo. Mas, depois quando podem ajudar essas pessoas e esses animais, ás vezes, apenas assinando uma petição ou a doarem 1€ (sim, apenas 1€) não ajudam. E sabem porque? Porque para muitos deles, nas suas cabeças têm lá enfiado coisas do género: "Já existem muitas pessoas a ajudar, não precisam de mim!" ou "1€ não dá para nada, logo não vale a pena doar.". Eu não acredito em religiões e sabem porque? Porque estas mesma tentam pregar a um individuo crenças que muitas vezes não têm respeito pela vida, pelo nosso país, por tudo. Ao ver o video reparei que ao minuto 3:22 a rapariga perguntou ao homem qual seria a solução se alguém comete-se um crime, visto que ninguém está acima da lei e ao ouvir a resposta que ele lhe apresentou, apenas vejo que esta gente está cega. Eu respeito todas as religiões, mesmo que não concorde com muitas delas, mas não acho normal o facto de estes indivíduos pensarem se quer, que se o resto do mundo não for igual a eles, então vão para o Inferno. Isto é FANATISMO, isto é INTOLERÂNCIA e acima de tudo isto é ANTINOMIA. Todas as religiões (isto do que eu sei e peço desde já desculpa se tiver errada) falam de amar o próximo, de tratar a pessoa ao nosso lado como querem ser tratados. Isto que se passou no vídeo, são pessoas que se fazem de vitimas ao tentaram alegar que aquele país não os respeita, quando os próprios não estão a respeitar as regras do mesmo, são pessoas incoerentes. Eu não digo que a mulher que foi presa tenha culpa de alguma coisa que se tenha passado, tanto quanto se sabe ela podia saber o que o marido planeava (que quase de certeza sabia) e calou-se, tornando-a cúmplice da tentativa de terrorismo, ou podia não saber mesmo de nada e estar inocente (atenção, que eu com isto não estou a dizer que ela podia ou não concordar, porque ela podia não concordar e apoiar o marido na sua decisão, tal como podia concordar com a ideia em causa mas não saber que o marido a ia realizar). A verdade é que ela e o marido vieram para a Europa, e o mesmo fez explodir 2 bombas em Estocolmo que por sorte (não a dele, obviamente!) só o matou a ele e feriu 2 pessoas. E se tivesse corrido tudo bem? E, se as bombas tivessem morto centenas? Será que teriam feito o protesto? 
Provavelmente sim, porque aqui para eles não interessa o que ela fez, mas sim interessa o facto de um país não-islamista ter prendido alguém da sua religião e para eles o marido dela é visto como um herói, não um terrorista! Ai está, isto tudo trata-se de uma antinomia entre a fé e a razão, uma contradição que eles mesmo fazem mas não vêm.

You Might Also Like

3 comments

  1. Muito obrigado querida <3
    Nem sabes o quão me revi nas tuas palavras. Acho que mau humor é pouco :P
    Participa no desafio, pleeeease :3

    Concordo com o teu post a mil porcento. Se há coisa que nºao concebo são situações como esta porque, tal como tão bem referes, eles próprios entram em contradição sem se aperceberem!!!

    NEW TIPS POST | How To Organize Your Blog
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente a maldade está a comandar o Homem... Independente da raça, religião ou sexo...
    Enfim...
    http://modadarapunzel.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Exactamente...
    O que estas coisas fazem por religião não está certo e não venham dizer que temos que aceitar a crenças dos outros porque é impossível concordar e aceitar as decisões e actos dessas coisas doentes da cabeça, não merecem a vida que têm!
    Já não bastava estarem em guerra e agora querem destruir o restante do mundo aos poucos. Acredito que tudo isto irá correr tão mal tão mal que nem sei mais no que pensar.
    É triste como de um momento para outro podemos destruir tudo o que "construímos" (ajudando esse povo que nem sabemos no que nós estamos a meter) tanto fizemos ao longo de anos e anos e esforço de toda a população.
    Mas pronto vamos ver no que isto tudo vai dar.
    Tem uma boa semana e obrigada pela tua opinião. Beijinhos**

    ResponderEliminar

Followers